14 fevereiro 2008

Uma onda que não passa
(M.R.Nunes)
Uma onda é como um beijo,
Ninguém sabe onde começa...mas sabe onde termina
Um abraço é como um grão de areia,
Pode ser pequeno e curto...mas pode ser grande e marcante
Sexo é feito o vento no alto de um prédio de 20 andares
Você se sente perto do céu...e tem vontade de voar.
Um amor é como fogo
Queima, machuca, mas ilumina minha vida
...

3 comentários:

C. Dayan: disse...

bonito, muito bonito. Cada sentido e cada comparação cheios de sentimentos. É assim que tem que ser.

Beijo D'propositado.

Camila Caringe disse...

Romântico, mas...
O que você falava sobre diabetes???? rsrs

Cazuza não era piegas! Pieguice é para os fracos mortais! Os poetas consagrados são, no máximo, muito efusivos. Piegas, nunca!

Bjo!

Priscila disse...

Ó Magnão do Cavaco... huahuahua
Adorei o seu blog. Pode ter certeza que já tem mais uma leitora fiel.
Bjos!!!